Lista de tópicos

  • ETOP - Aprender a Empreender 2013-214

    Aprender a Empreender 2013-214

    Cinco alunos do Curso de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade do 11º-8ª participam no programa - A Empresa - com uma interessante ideia de negócio baseada no marketing disruptivo.

    ETOP

    Empresa Têxtil Orgulhosamente Portuguesa

    Conceito de Negócio – Moda “Fashion” através do Revamp.

    Esta startup pretende explorar um novo conceito de negócio, ligado ao sector têxtil. Em tempos de crise a reutilização é palavra de ordem e, por isso, a ideia é ter uma peça de roupa nova feita a partir de uma já usada. SUSTENTABILIDADE.

    Um estilista transforma a peça de roupa que está no guarda-roupa "arrumada", numa completamente nova e atual, que se adapta ao estilo, gosto e necessidades do cliente. Marketing one-to-one - PERSONALIZAÇÃO.

    Recorrendo a uma aplicação informática (Etop+) adaptada aos gadgets do momento, mais concretamente um simulador, o cliente pode, na hora visualizar no ecrã a peça transformada e ajustada ao seu  perfil. (fotografia do cliente + peça nova). TECNOLOGIA

     A Etop acompanha todo o processo de transformação (consultoria de imagem, transformação da peça e entrega ao cliente em qualquer ponto do país)

      

      

    COMPETIÇÃO EWB Day  - 28 de Fevereiro de 2014

    stand

    Foram 12 as mini-empresas selecionadas para o EWB Day (Enterprise without Borders) que decorreu no dia 28 de Fevereiro em Lisboa no Centro Ismaili. Este importante evento contou com a presença de 58 alunos de 11 escolas, que ao longo de todo o dia mostraram todo o seu potencial.

    O objetivo da competição foi selecionar a mini-empresa vencedora para representar Portugal na  Junior Achievement - Young Enterprise Europe Trade Fair 2014!

    A equipa Etop partiu para  Lisboa às 5h30, e foi representada pelos alunos Rui Maia, João Ferreira, Elisabete Almeida, Cátia Almeida e Sofia Oliveira do 11º-8ª do Curso Profissional de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade.

    Da parte da manhã, depois da creditação, cada equipa teve 1h30 para montar o seu stand e esperar ansiosamente pelo primeiro júri. Convém realçar que durante toda a competição foi utilizada a língua inglesa. Preparados e plenamente confiantes na sua ideia de negócio, os elementos da equipa Etop explicaram e responderam às questões dos três elementos do primeiro júri.

    Da parte da tarde, mais concretamente às 14h00, iniciaram-se as apresentações em palco e cada mini-empresa teve quatro minutos para defender o seu projeto: explicar a sua ideia de negócio e como a concretizaria. Depois desses minutos, seguiram-se outros oito minutos para responder às questões levantadas por um júri composto por três profissionais da Accenture e da Fundação Aga Khan.

    A Etop foi a 3ª equipa em palco. Não venceu a competição mas, no final desta etapa, ficou claramente a noção de dever cumprido!

  • ETOP no Topo

    EMPRESA é o programa bandeira da Junior Achievement. Considerado uma best practice pela Comissão Europeia, conta igualmente com o alto patrocínio de sua Ex.ª o Presidente da República. O programa desafia alunos do ensino secundário a criar e a gerir uma mini-empresa, ao longo de um ano letivo.

    A primeira competição do Programa - A Empresa - é o EwB Day que se realizará no próximo dia 28 de Fevereiro de 2014 em Lisboa. A equipa Etop concorreu à primeira fase com mais 150 equipas nacionais e foi selecionada.

    Trata-se de um evento que tem a duração de um dia com o objetivo de selecionar a equipa que vai representar Portugal em Israel. Neste evento estarão reunidas as melhores mini-empresas a nível internacional.

    logotipoParabéns ETOP

    selecionados

     

    A ETOP selecionada para a Feira (I)limitada 

    A segunda etapa da competição – a Empresa – da Junior Achievement Portugal designa-se por Feira (I)limitada. Mais uma vez a equipa participou e foi selecionada. 

    FEIRA ILIMITADA

    No próximo dia 7 de Maio realizar-se-á a Feira (I)limitada que permite aos alunos apresentarem as suas Mini-Empresas e a possibilidade de exporem os seus produtos ou serviços. Este é o primeiro grande contacto que os alunos têm com o público.

    O objetivo da Feira (I)limitada é providenciar aos participantes:

    • O desafio de gerarem negócio com os seus produtos ou serviços desenvolvidos até ao momento;
    • Oportunidade de apresentarem as suas Mini-Empresas a pessoas ligadas ao mundo dos negócios mas também a todos os outros visitantes do Norteshopping;
    • Possibilidade de compararem as suas competências e a sua criatividade em relação às outras Mini-Empresas participantes.
  • O empreendedorismo ao rubro no AEMGA

    Reuniões de administração da mini-empresa Etop com os voluntários e professores para o desenvolvimento do projeto.
    Equipa Etop
    A Etop é uma mini-empresa que nasceu do programa "A Empresa" da Junior Achievement . Esta iniciativa é desenvolvida a nível nacional e internacional e, neste momento, já são 90 as mini-empresas portuguesas inscritas. 
    Junior Achievement Portugal é uma associação sem fins lucrativos empenhada em levar às escolas programas que desenvolvem nos jovens o gosto pelo empreendedorismo. 
    Os elementos da equipa Etop contam com o apoio de voluntários e professores que reúnem semanalmente com o objetivo de fazer o ponto de situação do projecto, planificar novas ações seguindo orientações e recomendações de trabalho.
    Sob o lema "Não se nasce empreendedor. Aprende-se" os alunos, nas frequentes reuniões que se realizam, aprendem que o empreendedorismo é uma atitude de vida que precisa ser construída e desenvolvida. É com profissionalismo, dinamismo e determinação que estes jovens desenvolvem o espírito empreendedor.
    JAP
    Parabéns equipa!
    • COMO SER ACIONISTA DA MINI-EMPRESA ETOP?

      Seguindo escrupulosamente o manual e regulamento do programa – A Empresa – da Junior Achievement, cujo primeiro objetivo é iniciar a criação da mini-empresa e a sua identidade, fase concluída com sucesso, eis que chega o momento de criar o seu próprio capital!

      Nesta etapa do projeto a equipa desenvolveu um layout institucional para os títulos de participação seguindo as normas estipuladas. O propósito desta tarefa é reunir os capitais necessários para financiar as necessidades identificadas nas etapas precedentes através de planos de investimento.

       FOTO TÍTULO

      Os títulos de participação (ações) da mini-empresa não têm valor legal e são vendidos por 2€ ou 4€, cada um. Não podem ser vendidos títulos de participação que somem um valor superior a 40€ por pessoa. Isto evita o risco de prejuízo e encoraja os alunos a fazer o máximo de contactos de venda possível. Os títulos de participação encontram-se à venda na secretaria da escola (Zaida Capela) ou com os alunos da equipa.

      Cada aluno deve comprar um título de participação da mini-empresa e, como titulares eles são donos da mini-empresa e participam na gestão como membros da direção. Irão também partilhar os lucros e os riscos do negócio.

      O que se pretende incutir nos jovens empreendedores é a exata noção que existem diversas possibilidades para montar o capital, tais como: poupança, auxílios ou subvenções à pessoa e participação no capital.

      FOTO EQUIPA